ATÉ O FIM DO MUNDO

Brasil/Colômbia, 2019, 16', DOC/EXPERIMENTAL
Juma Gitirana Tapuya Marruá & Margarita Rodriguez Weweli-Lukana

CURTA

Este ato videográfico foi uma tentativa ritual de sanação das dores coloniais, dessas feridas abertas que nos doem a todos, human@s e não-human@s, naturezas de Abya Yala.

SINOPSE

DIREÇÃO

Juma Gitirana Tapuya Marruá & Margarita Rodriguez Weweli-Lukana

Juma Gitirana Tapuya Marruá é artista cênica e, na época do encontro com Margarita, estava participando da residência artística intitulada "Abejas Tapioca" na Orinocoamazonia, com o intuito de trabalhar junto à comunidades indígenas em situação de deslocamento forçado pelo sistema colonial.


Além de liderança política, atriz e artesã, Margarita Rodriguez Weweli-Lukana integra o Conselho de Mulheres Indígenas Sikuani Jumeniduawa e o Conselho Nacional de Mulheres Indígenas de Colômbia.

CRÉDITOS

PRODUÇÃO

Juma Gitirana Tapuya Marruá

ROTEIRO

Margarita Rodriguez Weweli-Lukana e Juma Gitirana Tapuya Marruá

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA

Felipe Chamarrabi, Vaneza Vargas, Margarita Rodriguez Weweli-Lukana e Juma Gitirana Tapuya Marruá

MONTAGEM

Gurcius Gwedner

SOM

Juma Gitirana Tapuya Marruá, Margarita Rodriguez Weweli-Lukana & Gurcius Gwedner

ASSINE A NOSSA
NEWSLETTER

SEU E-MAIL

APOIO

PARCERIA

REALIZAÇÃO